Um amor para chamar de meu — versão física!

Você, leitor que me acompanha por aqui, lembra que este ano participei da organização de uma antologia de romance? Tenho novidades sobre ela, então se liga aqui! Mas antes, deixa só eu falar com quem acabou de chegar por aqui!

Você, leitor que ainda não me conhece, confira a minha resenha, meu post sobre o que aprendi organizando uma antologia e saiba mais também sobre o meu conto A língua do amor e depois volte aqui.

Agora que estamos todos no mesmo barco, continuemos: essa antologia de capa incrível, vai ganhar sua versão física! Mas, para isso, precisamos conseguir vender ao menos 50 exemplares na pré-venda. Parece muito? Minha gente, isso vai é esgotar. Então não deixe de adquirir o seu logo, viu?

Como funciona essa tal pré-venda?

É muito simples: ela estará aberta de hoje (01/07/2020) até o dia 31/07/2020, no site da Editora Lettre. Basta clicar aqui, selecionar a antologia “Um amor para chamar de meu”, adicionar ao carrinho e ir para o procedimento de finalização da compra. Indicamos que a melhor opção é a do próprio site (Wix) — e já vou explicar porque — ou, se preferir, você pode solicitar um boleto comigo (é só deixar um comentário aqui ou entrar em contato pela aba de contato do blog ou, se você já tem meu contato, me chamando direto).

Só isso?

Não não! Tenho uma surpresa para vocês, meus queridos leitores! Antes de finalizar a compra, adicionem no campo de cupom de desconto o seguinte cupom: TATIFRETEGRATIS para ter direito ao querido frete grátis (válido somente para endereços no Brasil). Quem solicitar boleto também terá direito ao frete grátis.

E que garantias vocês tem?

Independentemente da forma de pagamento que vocês escolherem, caso a pré-venda não seja bem sucedida (bate na madeira!) haverá estorno do valor aos compradores. Porém, para aqueles que optarem por pagar através do pag seguro ou mercado pago, há o desconto de administração dessas redes e, portanto, o valor estornado é um pouco abaixo do valor total pago. No caso de compras feito pela própria Wix ou por boleto, será devolvido o valor integral.

E então, o que está esperando para ir lá comprar o seu exemplar?

Tatianices recomenda [27] — Michelle Pereira

Tatianices recomenda

Em tempos de distanciamento social pode acontecer da criatividade aflorar e de sentirmos necessidade de ocupar tempos que antes não eram ociosos. Algumas pessoas, porém, se superam nesse quesito. E hoje, aqui, venho falar especificamente sobre uma delas: a escritora Michelle Pereira.

Eu conheci (infelizmente apenas virtualmente) a autora Michelle Pereira no ano passado, quando demos início a uma parceria. Li todos os livros dela até então publicados e me encantei com a escrita dela, tão plural e criativa.

No dia 9 de abril de 2020, em seu instagram pessoal, a autora pediu para que seus seguidores dessem uma palavra a ela, que, ao longo dos dias, ela escreveria um microconto baseado em cada palavra. Essa é uma forma não apenas de exercitar a criatividade, como também de se aventurar por outros estilos e, claro, praticar a escrita. Uma ótima dica para escritores.

E gente, que presente! A Michelle consegue criar textos muito diversos e completos, mesmo que em poucas palavras. Histórias bem feitas e que, ao mesmo tempo, deixam margens para que nós mesmos nos aprofundemos nelas por caminhos diversos.

Até o momento temos microcontos com as seguinte palavras:

  • Samambaia
  • Horizonte
  • Cobra
  • Pôr do sol
  • Sonoridade
  • Amarelo*
  • Tempo
  • Metálico
  • Delírio

*Amarelo foi uma palavra sugerida por mim e, sabendo que eu gosto de romance, a autora quis escrever algo nesse estilo. Obviamente eu AMEI, mas o que me encantou mais ainda foi o quanto ela conseguiu escrever algo que me remeteu à minha própria história de amor (por si só já intimamente ligada à palavra amarelo), mesmo sem saber tanto sobre ela! É magia atrás de magia que sai das mãos da Michelle.

Mas fala sério, só por essa lista já dá para imaginar o quão desafiadora tem sido essa experiência, não? E a Michelle ainda faz tudo parecer tão natural! Se quiser conferir com seus próprios olhos, você pode ler os textos no instagram ou no Blog dela. Passem lá, leiam os contos e depois voltem aqui para me contar o que acharam. Estou curiosa com a opinião de vocês!

E também deixo aqui minhas resenhas, caso vocês ainda não conheçam as demais obras dela:

Tatianices recomenda [26] — Forest

Stay focused, be present

Depois de um tempinho sem postar nada nessa seção, hoje eu resolvi falar sobre um aplicativo que eu sempre acho que todo mundo conhece, mas percebi que não é bem assim. E trata-se de um aplicativo que pode ser muito útil nesses tempos de quarentena e home office. Então, sem mais delongas, apresento a vocês o Forest.

Trata-se de um aplicativo que te “impede” de mexer no celular durante o tempo que você escolher (entre 10 e 120 minutos). E ele faz isso de uma maneira simples, mas lúdica (ok, não sei se esse é o melhor adjetivo a se usar aqui).

A ideia é a seguinte: você tem de plantar uma árvore. Para isso, é preciso ficar longe do celular. Se você precisar usá-lo e, portanto, sair do Forest, sua árvore morre. Pode parecer bobo, mas é muito triste ver aquela arvorezinha morta no seu jardim!

E existem diversos tipos de árvores a se plantar e elas ficam diferentes conforme o tempo que você estipula para que elas cresçam. Quando você completa seu objetivo, recebe moedas por isso e, com essas moedas, pode comprar novos “modelos” de árvores.

O slogan desse aplicativo é stay focused, be present (mantenha-se focado, seja presente), no sentido de que, se você focar para fazer as suas coisas, te sobrará mais tempo para estar com quem ama. Por isso que eu digo que ele pode ser um bom aliado nesses tempos em casa…

Tenho usado muito o Forest para fazer valer o método pomodoro, que consiste em intercalar o trabalho (ou momento produtivo) com um pouco de descanso. Algumas pessoas costumam fazer é 25 X 5, isto é, 25 minutos trabalhando e 5 descansando. No meu caso, preferi adotar o que outras pessoas fazem também: 50 X 10, ou seja, 50 minutos trabalhando e 10 descansando. Isso significa que passo 50 minutos focada e aproveito esses 10 minutos não apenas para me levantar, mas também para responder mensagens no whatsapp, conferir alguma rede social, olhar o email.

É engraçado como faz diferença! Minha mente não para quieta um minuto e muitas vezes estou trabalhando e penso “nossa, preciso conferir meu saldo”, “nossa, será que eu respondi aquela mensagem”, “ah, vou conferir rapidinho essa notificação aqui”, . Sem o Forest eu vou lá e checo tudo isso no momento em que penso, perdendo totalmente a minha concentração. Com ele não, eu penso “bom, depois eu vejo isso”, e sigo trabalhando.

Vocês já conheciam esse aplicativo ou outro semelhante? Ele te ajuda?

Tatianices recomenda [25] — Skoob

Tatianices Recomenda [25]

Neste Tatianices recomenda venho falar um pouco sobre o Skoob. E esse é um daqueles posts que já deveriam ter sido escritos há tempos, mas que, ao mesmo tempo, eu não achava que fosse necessário escrever.

Para quem não sabe, o Skoob (books, de trás para frente — eu fiquei chocada quando descobri isso, ok?) é uma espécie de rede social para leitores. E foi criada por brasileiros! Eu, mesmo adorando essa plataforma, confesso que não uso nem metade dos recursos que ela disponibiliza, tudo de forma gratuita.

Mas, vamos do princípio. Para criar uma conta no Skoob, basta acessar o site https://www.skoob.com.br/. Atualmente, o aplicativo não está disponível para baixar (gratuitamente também), nem para android, nem para ios, porém ouvi dizer que é porque estão trabalhando em melhorias.

Depois de criada a sua conta, você pode buscar por amigos — para acompanhar o que eles andam lendo — e entrar em grupos. Confesso que essas são coisas que não uso muito e que seriam o lado mais “rede social” do Skoob. Quem quiser me adicionar por lá, meu perfil está aqui.

Outra funcionalidade do Skoob, porém, que é a que mais uso mesmo, é a de “organizador de leituras”. Por meio dessa plataforma você pode marcar todos os livros que já leu, os que quer ler, os que está lendo, os que abandonou, os que gostaria de ter, os que tem e os que emprestou. Você ainda pode criar uma meta de leitura para o seu ano e acompanhar quantas páginas já leu (na vida ou durante o ano), pode escrever resenhas dos livros lidos, anotar o progresso da sua leitura atual e avaliar os livros.

Esse mês eu falei bastante sobre livros encalhados ou livros que preciso ler e o Skoob me ajuda a entender muito isso, porque não são apenas os livros físicos que tenho acumulado e lidar com ebooks pode ser uma bagunça!

Também dá para participar de sorteios de livros (geralmente lançamentos) e, para isso, basta ir na parte de “cortesias” e clicar em “quero participar”. Sério, só isso mesmo! E para quem acha que é balela, já ganhei dois sorteios por lá!

Mas eu confesso que quis escrever esse post para poder falar sobre o Skoob PLUS. Apesar do nome, não se trata de uma funcionalidade paga dessa plataforma. O PLUS é apenas um upgrade gratuito que te permite ser um “trocador” de livros via Skoob.

E como funciona isso? É bem simples: você marca os livros (físicos) que tem e que está querendo se desapegar como “quero trocar”, atribuindo a cada um o valor de um ou dois créditos. Qualquer pessoa que tenha esse livro como “desejado” e que seja um skoober plus verá que seu livro está disponível para troca e poderá solicitá-lo, caso tenha a quantidade de créditos necessários. E como conseguir créditos? Trocando seus livros! Ou seja, primeiro você começa enviando livros seus, para aí poder solicitar os livros que deseja. Assim que um skoober recebe um livro seu, você ganha os créditos correspondentes e ele e está apto a realizar trocas.

Aí você, leitor deste Blog, ainda cheio de dúvidas, me questiona: “tá, e porque eu me cadastraria nesse site e trocaria livros por ele se, para isso, eu vou ter que ir até uma agência do correio, pagar pra enviar um livro para, só então, poder, talvez, pedir um livro que eu queira, e que não será novo? Não é mais fácil eu ir logo numa livraria e comprar o livro novinho? Ou talvez passar num sebo? Comprar pela Amazon?”

Bom, vamos lá: em primeiro lugar, como eu disse lá em cima, é uma forma de você passar adiante livros que não quer mais, e abrir espaço para novos livros em sua estante. Além disso, ainda que você tenha de pagar para enviar seu livro, é possível enviá-lo como registro módico pelos correios, e costuma ficar super barato (acho que o mais caro que paguei não chegou a R$15,00). Por fim, você realmente não receberá um livro 100% novo, mas as pessoas costumam ser sensatas e não colocar para troca livros caindo aos pedaços (ao menos eu nunca recebi um assim). Ano passado fiz nove trocas nesse esquema e gostei bastante!

O que me motivou a escrever tudo isso foi o fato de que, ainda que muitas pessoas usem Skoob, essa é uma plataforma que ainda poderia se expandir muito — sendo extremamente útil para leitores e escritores — e também porque acho que muitas pessoas mais poderiam usar o PLUS e se beneficiar do prazer de trocar um livro (ou vários).

Claro que existem outros sites/plataformas/aplicativos com funcionalidades semelhantes, mas trouxe aqui aquele que conheço e que adoro. Quem mais usa Skoob aqui? E semelhantes?

 

 

 

Tatianices Recomenda [24] — dica teatral

Tatianices recomenda [24] Dica teatral

Primeiro final de semana do ano e a cidade ainda está relativamente vazia (se é que em algum momento ela fica realmente “um pouco vazia”). O teatro está lotado, numa tarde chuvosa de janeiro. As cortinas se abrem e começa o espetáculo. Senhoras e senhores, que espetáculo!

A Cor Púrpura – O Musical é uma peça baseada na obra homônima, escrita por Alice Walker e vencedora do Prêmio Pulitzer (um livro que acabou de entrar na minha lista de livros que preciso ler urgentemente). Sim, a dica de hoje é teatral, mas ainda está relacionada a livros.

Com um elenco composto 100% por atores negros, A Cor Púrpura – O Musical retrata a dura vida de Celie, uma mulher negra no início do século XX. Assistindo ao espetáculo eu só conseguia pensar como o livro que deu origem a ele deve ser incrível. E olha que eu nem tinha certeza de uma coisa: o fato dele ter sido escrito por uma mulher!

Gente, pensem: A Cor Púrpura retrata a vida (e o sofrimento) de uma mulher. Uma mulher negra. No início do século XX. É uma história que denuncia abusos, machismo e que, ao mesmo tempo, fala sobre como a mulher existe sim na sociedade, como ela pode impor respeito e, mais que isso, deve sim ser respeitada como ser humano! Ver essa peça (e provavelmente ler esse livro) é um mix de “isso não acontece”, “isso não pode acontecer”, com “isso acontece sim” e “socorro que mundo é esse em que vivemos?”. E, sim, infelizmente, por mais que retrate uma sociedade do início do século XX, a trama dessa peça é muito atual.

A peça está em cartaz no Teatro Net, em São Paulo (fica dentro do Shopping Vila Olímpia e é pertinho da estação Vila Olímpia da linha 9-Esmeralda), até meados de fevereiro. Os ingresso podem ser adquiridos aqui ou diretamente na bilheteria (opção que eu recomendo, viu!). Os valores do ingresso são um pouco salgadinhos (a inteira mais barata custa R$75,00 e a mais cara custa R$220,00), mas não vou negar que cada centavo vale. Dá para ficar arrepiado do começo ao fim e, mesmo com todo o peso da história, é possível também dar boas risadas.

Quem me chamou para ver essa peça foi minha amiga Nati, administradora do Blog (maravilhoso) Napolitano como meu pé e eu agradeço imensamente o convite e a oportunidade de ver e conhecer uma história dessas e tantas outras que você me apresenta!

 

Tatianices Recomenda [23]

Tatianices Recomenda [23]

Se chegamos ao último mês do ano, chegamos, também, ao último Tatianices Recomenda dos desafios literários que eu havia selecionado para este período. Mas calma, isso não significa que essa categoria vai deixar de existir por aqui e espero poder trazer muitas coisas boas ainda!

Os temas esse mês estão bem variados e gostosos. A começar pela Geração Editorial, que nos desafia com livros que lembram a infância. Difícil é escolher!

       

Skoob nos desafiava com livros que muitas pessoas recomendaram. Também temos várias opções para essa categoria.

       

Por fim, para o desafio da Livraria Cultura, livros de poesia!

         

E vocês, o que indicariam nessas categorias? Caso queiram conhecer melhor algum desses livros, basta clicar na respectiva capa!

Tatianices recomenda [22]

tatianices recomenda [22]

O ano está acabando e, consequentemente, os desafios que tenho trazido indicações para vocês também está chegando ao fim! Mas a lista de livros que queremos ler não acaba nunca, certo?

Para novembro, a Geração Editorial nos desafiou com um livro baseado em fatos reais. Fácil, hein? Difícil é não trazer livro triste aqui…

          O que me faz pular por [Higashida, Naoki]

O Skoob, por sua vez, nos desafiou com um livro com personagens não humanos. Um pouco mais difícil esse!

     

E, para terminar, indicações de livros publicados em 2018, para o desafio da Livraria Cultura.

    A memória do mar por [Hosseini, Khaled] 

E vocês, o quem indicam nessas categorias?

Tatianices Recomenda [21]

Tatianices recoemnda

Tenho tanta coisa para indicar para vocês que esse post vai ser 3 em 1. Bora?

Primeiro, como costumo trazer todo começo de mês, indicações para os desafios literários que, uma vez mais, estão difíceis (mas não impossíveis)! Por exemplo, a Geração Editorial nos desafia com um livro de um gênero que você nunca tenha lido… Eu não sei que gênero nunca li (e se não li, como indicaria aqui?)

A Livraria Cultura, por outro lado, nos desafia com um livro que já tenha sido censurado. Bem, essa já é mais fácil (infelizmente).

   

(Clica nas capas dos livros para saber mais sobre eles)

Mas fácil mesmo (para mim) foi o desafio do Skoob: um livro de um autor italiano ou espanhol!

     

(Clica nas capas dos livros para saber mais sobre eles)

A segunda indicação que trago a vocês é a peça Malala: a menina que queria ir para a escola. Trata-se de uma montagem voltada para o público infantil que retrata bem a história contada por Malala Yousafzai em seu livro. Com um cenário relativamente simples, roupas coloridas, percussão ao vivo e músicas (algumas inclusive compostas pela Adriana Calcanhoto!), a peça consegue prender a atenção de todos — dos mais novos aos mais velhos — e nos faz rir, nos emociona e nos encanta.

Malala: a menina que queria ir para a escola está em cartaz no Teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, até o dia 28/10. A peça é apresentada aos sábados e domingos, às 15hrs e o valor dos ingressos variam de R$45,00 a R$90,00. Para mais informações, clique aqui.

Por fim, uma indicação de evento literário (além do que já divulguei semana passada, aqui) que ocorrerá nos dias 26 e 27 de outubro, também em São Paulo, mas dessa vez no pátio do Instituto Italiano de Cultura (Av. Higienópolis, 436): trata-se da Feira do Livro Italiano! Nos dois dias o evento vai rolar das 10h às 18h e a entrada é gratuita (mas já estou preparando meus bolsos para falir por lá…). Além de livros, haverá exposição de ilustrações, encontros com escritores e poetas e oficinas voltadas para as crianças;

Ufa, quanta coisa boa, hein?

Clube de Leitura da Percursos Idiomas

V Clube de Leitura da Percursos Idiomas

Hoje trago a vocês um post mais que especial! Vim falar sobre o V Clube de Leitura da Percursos Idiomas. Mas, vamos por partes, certo?

Percursos Idiomas é uma Cooperativa de Idiomas localizada no coração de São Paulo, no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista. Além dessa localização incrível, a escola conta com um time de professores excelentes, que dão aulas de inglês e francês, em grupo, aulas individuais, cursos especiais, preparatórios para exames… Tudo com ótima qualidade e, principalmente, muito carinho.

Além dos cursos, a Percursos organiza, de tempos em tempos, Clubes de Leitura. O V Clube de Leitura será sobre o livro Como fazer amor com um negro sem se cansar (Danny Laferrière) e será ministrada pela profa. Grabriela Azevedo.

Informações sobre o curso:

Carga horária total: 9h (5 encontros de 1h30)
Nº de alunos: mínimo 4, máximo 8
Dias e horários: segundas das 8h às 9h30
Nível mínimo: B1
Data de início: 21/10/2019
Data de término: 18/11/2019
Investimento: Taxa de matrícula (R$75) + Curso (2x R$225 = R$ 450)
Obs.: livro não incluso

************

Se liga nessa: se você disser que chegou ao curso através da divulgação no Blog das Tatianices você consegue isenção da taxa de matrícula!

************

Sobre a professora do curso:

Gabriela Lopes de Azevedo é mestranda da Universidade de São Paulo (USP) em Literatura Brasileira, onde pesquisa a lírica da cidade na poesia do modernismo brasileiro. Possui pela mesma universidade bacharelado e licenciatura em Letras nas habilitações Português e Francês (USP, 2018). Realizou uma dupla diplomação na Université Paris IV Sorbonne (França) onde obteve o diploma de Letras Modernas (Francês Língua Estrangeira/Português Língua Estrangeira).

Atuou em escolas de idiomas como professora de francês, em escolas nacionais e internacionais como corretora de redação de português e participou da organização de eventos voltados para a divulgação da literatura brasileira na França.

Apesar da professora ter formação em língua francesa e do livro ser de um autor francês, as discussões serão em português, então, se você está meio enferrujado na pronúncia do francês, não se preocupe e ainda aproveite essa oportunidade para conhecer a Percursos!

Para reservar sua vaga, basta mandar um inbox para eles no Facebook, chamar no whatasapp (11 9-9787-7344) ou mandar um email (contato@percursosidiomas.com.br). E não esquece de mencionar que viu a divulgação no Blog das Tatianices!

Livros em Pauta — evento literário

Livros em pauta blog

Aproveitando que hoje é sexta, queria deixar aqui a recomendação de um evento literário que acontecerá na cidade de São Paulo no próximo dia 12/10 (sábado): o Livros em Pauta, da Editora Andross. E querem saber da melhor? O Blog das Tatianices estará lá, cobrindo o evento! Estou super ansiosa para fazer parte disso de uma maneira nova para mim, registrando tudo!

O local? Rua Domingos de Morais, 1581 (pertinho do metrô Vila Mariana – Linha Azul)

O preço da entrada? GRATUITO!

O horário? Das 11h às 20h (confira a programação completa e recheada aqui)

Um pouco mais sobre o Livros em Pauta:

O LIVROS EM PAUTA foi criado pelo escritor Edson Rossatto com o intuito de promover o encontro de escritores, editores, críticos literários e demais profissionais do livro com leitores e escritores amadores, para discussões sérias e também para bate-papos descontraídos por intermédio de atividades gratuitas, como mesas-redondas, palestras, sessões de autógrafos e lançamentos de livros.

Até a 4ª edição, as temáticas giravam em torno apenas de “livros e literaturas” e o evento ostentava o subtítulo “Encontro de leitores com escritores e outros profissionais do livro”. Contudo, o consumidor de livros, ao longo dos anos, passou a apreciar outros tipos de mídias correlatas, como quadrinhos, cinema, séries de tv, jogos de RPG e games. Basicamente essas pessoas consomem histórias, não importando em qual tipo de mídias elas se apresentam.

Assim, atualizando o evento para novos tempos, a partir da 5ª edição, o LIVROS EM PAUTA passou a contemplar atividades culturais relacionadas a outras mídias, adotando, então, o subtítulo “Congresso de Literatura, quadrinhos, RPG e outras mídias nerds”.

 Fonte: http://andross.com.br/2018/09/24/o-evento/

Essa 5º Edição também é especial porque a Andross Editora está completando 15 anos! E quem ganha somos nós: haverão 3 sorteios de brindes incríveis, sem contar que você pode garantir um livro de forma gratuita, preenchendo o formulário disponível aqui.

A programação do evento está bem atraente: tem bate-papo, palestra, lançamento de livro, pocket show, entrega do Prêmio Strix de Literatura e, claro, a comemoração de aniversário da Andross.

E aí, quem vamos?