Aquela vez em Pirenópolis — Héber Luciano

Título: Aquela vez em Pirenópolis 
Autor: Héber Luciano 
Editora: Publicação independente 
Páginas: 25 
Ano: 2020

Aquela vez em Pirenópolis é uma história curta — são apenas 25 páginas — mas que consegue deixar a sua marca e gerar muitos sentimentos em nós.

O cenário da história já é tenso por si só: Henrique e Sarah estão presos às ferragens de um carro que capotou e caiu em um barranco, no meio de uma estrada, a noite. 

Enquanto tentam se manter acordados — e vivos — os dois vão relembrando como se conheceram e alguns dos momentos marcantes vividos até ali, nos apresentando à história deles.

“Não teria sido tão incrível, se não fosse tão inesperado, tão desajeitado assim”

A descrição do local do acidente e da situação deles é sempre angustiante. E saber que eles estão esperando um resgate que tem chances baixíssimas de aparecer é ainda mais desesperador.

Entremeado a isso, contudo, temos o romance deles, para trazer um pouco de respiro e alento.

“Jamais amaria alguém da maneira que a amava”

O final desta narrativa surpreende e explica, finalmente, o título dela, nos deixando de queixo caído (e coração em pedaços).

Uma grata surpresa que, se te interessar, pode ser lida a partir do link abaixo, em formato ebook. E se quiser saber mais sobre o autor, não deixe de acompanhar suas redes sociais (Blog | Instagram).