Resumão de junho

Resumão de Junho

Junho já está chegando ao fim e, ao escrever esse post, me dei conta que eu praticamente  só resenhei contos por aqui durante o mês! Vamos conferir as postagens que rolaram?

Resenhas:

Prometo tentar ser mais eclética no próximo mês, ok?

Mas, para além das resenhas, eu trouxe o Tatianices recomenda [16] (livros para os desafios de junho), o citações #24 (com citações de De repente, nós) e o citações #25 (com citações de O pequeno príncipe), o post Como me formei leitora? (que fez muito sucesso no instagram) e as músicas Arioso da cantata 156 (de Bach) e O tempo não pára (Mariza).

Os livros que li em junho foram:

  • Uma casa no fundo de um lago (Josh Malerman);
  • A magia de Christian Luciano (Gredan Risolein);
  • Elo entre mundos (B. A. Polinari).

E ainda estou lendo:

  • Bell Tashi – O novo mundo (Giovani Gugiel);
  • E as estrelas, quantas são? (Giulia Carcasi).

Resumão de maio

Resumão de maio.png

Maio chegou ao fim e você não sabe se perdeu algum post por aqui? Então vem conferir o que rolou no blog durante o mês!

Resenhas:

Músicas:

Citações:

Recomendações:

E, para além do blog, esse mês eu li (pouco, bem pouco):

  • Guardião do medo (Michelle Pereira);
  • Leviatã (Boris Akunin);
  • Antologia do Humor russo – Arlete Cavaliere (org.) TERMINEI, FINALMENTE!!

E ainda estou lendo:

  • A magia de Christian Luciano — Gredan Risolein.

Resumão – fevereiro de 2019

resumão fevereiro 2019

Fevereiro é o mês mais curto do ano, mas também é o meu preferido (só porque tem meu aniversário). Já está na hora de conferir o que rolou por aqui esse mês, vamos nessa?

Comecei fevereiro anunciando o sorteio de 1 ano do blog (01/02) e escrevendo sobre A menina dos livros — Oliver Jeffers (05/02), além de responder a TAG: Felicidade é… (07/02). No dia 12/02 postei o resultado do sorteio de 1 ano do blog e no dia 14/02 falei sobre o livro do parceiro M. Pattal — Adelphos. No dia 19/02 trouxe o Tatianices Recomenda [8] e depois, no dia 21/02 divulguei meu artigo sobre Materiais didáticos de italiano como língua de herança. Por fim, chegamos ao dia 26/02 com uma resenha de A tentação da bicicleta — Edmondo De Amicis.

As leituras de fevereiro foram:

  • Italianos no mundo rural paulista – João Batista Borges Pereira;
  • Adelphos – M. Pattal;
  • O apocalipse dos trabalhadores – Valter Hugo Mãe;
  • A matemática das relações humanas – Aimee Oliveira, Clara Savelli, Bruna Ceotto, Bruna Fontes;
  • Quando a neve cair – Cinthia Sampaio.

E em andamento ainda tenho as seguintes leituras:

  • Antologia do Humor russo – Arlete Cavaliere (org);
  • Amar, verbo intransitivo – Mario de Andrade.

Assinatura

1 ano de Blog das Tatianices

1 ano de blog das tatianices

Há exatamente um ano eu decidi publicar meu primeiro post deste blog. Após ler A arte de ler e me sentir inspirada pelo livro e por meu namorado, resolvi voltar a ter um blog. Quem tem um blog sabe que nem sempre é fácil: é preciso ter comprometimento e tempo para trazer bons conteúdos aos nossos leitores. Eu já tive um blog antes desse, mas acabei desistindo dele no meu último ano de faculdade e há um ano comecei tudo do zero novamente.

Mas ali em cima eu falei dos leitores e são vocês que eu quero agradecer hoje. Se este blog, depois de um ano, continua firme e forte aqui é porque cada curtida, cada comentário, cada visita de vocês me lembra que eu não estou sozinha por aqui. E foi por isso que eu resolvi comemorar esse momento realizando o sorteio do livro O paraíso são os outros.

O vencedor do sorteio foi Lillian Ng e já entrei em contato por email, para que a pessoa possa receber o prêmio. Aos que participaram e não ganharam, continuem nos acompanhando aqui e no instagram, pois ainda teremos muitos outros sorteios e conteúdos.

Neste um ano de blog tivemos 96 posts, 347 comentários, 1063 curtidas e 43.658 palavras escritas aqui. E nada disso poderia ser real sem vocês. Obrigada!

E você quer saber como o sorteio foi realizado?

Primeiro criei um formulário no Google Forms e disponibilizei aqui no blog. Ele ficou disponível por cerca de 10 dias. Hoje, eu gerei uma planilha com as respostas (no google é super fácil, basta apertar um botãozinho e a planilha está pronta!) e usei o Sorteador para realizar o sorteio do número. Como nesse sorteio não havia regrinhas a serem seguidas, o primeiro número foi o vencedor. Super fácil e bacana!

Assinatura

L’isola della paura & La piccola strega

Para o post de hoje, algo um pouco diferente: resolvi trazer duas resenhas em uma única postagem, pois são resenhas de livros infantis que li em italiano. Como seriam duas resenhas curtinhas, achei mais fácil já trazer tudo de uma vez. Preparados?

Livro 1

Título: L'isola della paura
Autor: Claudio Madia
Editora: Feltrinelli Kids
Páginas: 129
Ano: 2004 (2º edição)

Caio é um jovem italiano que vive com seus pais e seus irmãos: Anna (a irmã mais velha), Giò (o irmão mais novo), Leo e Clara. Juntos, eles viajam nas férias de verão, cada ano para um lugar diferente; sempre para uma localidade tranquila.

O destino da vez, onde se passa boa parte da história, é uma pequena ilha. Ali, Caio e seus irmãos, principalmente Clara e Giò, vivem grandes aventuras com as crianças locais. Trata-se de uma história narrada da forma que só uma criança poderia contar: cheia de aventuras, felicidades diante das menores coisas, descobertas únicas.

“Todas as férias do mundo, de todas as crianças do mundo terminam assim: de repente”

L’isola della paura (p.105)

E quando as férias terminam o que acontece? As crianças voltam para a escola… Mas a história não termina por aqui! Antes de voltar às aulas propriamente ditas, Caio encontra seus melhores amigos e eles passam horas e horas contando tudo o que viveram durante o mês que passaram longe um do outro.

“Cresci mais nessas férias que em todo o resto do ano”

L’isola della paura (p.118)

Mas preciso confessar que as partes que mais gostei nesse livro foram justamente aquelas em que Caio fala sobre a sua relação com o universo escolar:

“O professor Conrado costuma dizer que a inteligência não se mede com as notas, nem com os testes de inteligência”

L’isola della paura (p.99)

 

Livro 2

Título: La piccola strega
Original: Die Kleine Hexe
Autor: Otfried Preussler
Editora: Nord-sud edizioni
Páginas: 123
Ano: 2007 (3º edição)
Tradução: Clara Bianchi
Título em português: A pequena bruxa

Essa história começa como os contos de fada – com “era uma vez” – mas conta a história de uma “jovem” bruxa de 127 anos. Tal bruxa, que não recebe nenhum nome específico ao longo da história, mora em meio a um bosque, com seu corvo Abraxas.

O que a pequena bruxa mais queria era poder participar da festa de Valpurga, mas era considerada nova demais para isso. Ainda assim, foi às escondidas e acabou sendo descoberta por outra bruxa ranzinza.

Ficou decidido, por um conselho superior, que a protagonista poderia voltar no ano seguinte, se provasse ter aprendido todas as magias. Assim sendo, a pequena bruxa dedicou-se todo o ano aos estudos. E, por incentivo de seu corvo, aplicou suas magias para o bem.

Ao final de um ano, a bruxinha já sabia tudo, mas… Bem, ela era uma bruxa e deveria aplicar suas magias para o mal e não para o bem. Ao invés de tornar-se uma boa bruxa, ela tornou-se uma bruxa boa! E isso não foi nem um pouco bem recebido pelo conselho superior.

Eu gostei muito desse livro, pois ele me lembrou as histórias de Roald Dahl (que inclusive tem um livro chamado “As bruxas” também) e porque senti que há várias “pequenas lições” ao longo da história, com frases como esta que utilizo para encerrar essa resenha dupla:

“Quem quer obter bons resultados não deve ser preguiçoso”

La piccola strega (p.6)

 

Resumão – Julho

Como assim mais um mês está terminando? Onde iremos parar?? Ao menos julho foi um mês bacana por aqui e se você perdeu algum conteúdo, hora de descobrir o que rolou!

O resumão de Junho foi postado no dia 3 do mês de Julho, que contou com CINCO terças-feiras (sendo a última delas exatamente hoje). Na semana seguinte, no dia 10/07, postei a resenha de As cabeças trocadas, que foi um livro que ganhei de presente e que, apesar das dificuldade iniciais, gostei muito de ler. No dia 17/07 escrevi sobre As cinco pessoas que você encontra no céu, outro livro que ganhei, mas dessa vez em um sorteio no Skoob. Por fim, a última resenha do mês, postada no dia 24/07, foi O chamado do Cuco, um livro que me prendeu até a última página.

Às quintas-feiras costumo postar as citações, então, no dia 05/07, postei o Citações #6 – Fahrenheit 451. No dia 12/07, porém, publiquei minhas respostas à TAG The Sunshine Blog Award, que adorei participar. Depois disso, de volta à programação normal, postei o Citações #7 – Minha vida fora de série 4, no dia 19/07, e o Citações #8 – Sonhos em amarelo, no dia 26/07.

E durante o mês de julho eu li:

  • Usos e Abusos da História Oral (organizado por: Janaína Amado e Marieta de Moraes Ferreira);
  • Contos Russos – Tomo I (vários autores);
  • Contos Russos – Tomo II (vários autores);
  • La Sposa giovane (Alessandro Baricco).

Com as leituras desse mês, a quantidade de livros que li por lazer esse ano superou a do ano passado (que foi, realmente, um ano de poucas leituras)!

 

Resumão – Junho

Junho foi um mês intenso por aqui, com muitas resenhas e… Citações! Se vocês perderam algum post, confira aqui o que rolou esse mês!

De resenhas tivemos, no dia 05/06, Sobre a Escrita, um livro que amei! Na semana seguinte, em pleno dia dos namorados (12/06), uma resenha especial: Ônibus. Depois, no dia 19/06, a resenha de mais um livro que eu amei: Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo. No dia 26/06, para encerrar o mês, foi a vez de O som e o sentido, uma resenha difícil, mas não mais que a leitura do livro em si.

As citações, que foram a novidade do mês, são dos seguintes livros:

#1 – Fúria Vermelha (31/05)

#2 – Pedagogia da Autonomia (07/06)

#3 – Hamlet ou Amleto? (14/06)

#4 – Billy e eu (21/06)

#5 – O sol é para todos (28/05)

Mas o mês não foi agitado somente por aqui e, com a correria do dia a dia, as leituras foram pouquíssimas…

  • Cabeças trocadas – Thomas Mann (resenha saindo semana que vem!)
  • O chamado do Cuco – Robert Galbraith
  • As cinco pessoas que você encontra no céu – Mitch Albom

Espero conseguir ler um pouco mais em julho. De qualquer maneira as resenhas e citações não param! Já tem muita coisa por vir, fiquem de olho.