Citações #58 — Antes eu do que nós

Voltei com mais alguns (poucos) trechos do livro Antes eu do que nós, da Grazi Ruzzante, publicado em formato físico, este ano, pela Rocket Editorial. Não são tantas frases, mas eram passagens que eu não poderia deixar de compartilhar.

Antes eu do que nós é uma obra linda, com uma protagonista e tanto, e que que fala sobre as dores e as batalhas que enfrentarmos pelos simples fato de sermos humanos.

“Lição de Tina: Respeitar a própria dor muitas vezes exige mais força do que respeitar a dor do outro”

“Lição de Tina: por mais que uma armadura seja forte, ela sempre encaixa na fragilidade de um abraço”

“Já faz quase cinco anos, mas os vazios da casa não se preenchem com tanta facilidade só por causa disso”

Uma narrativa carregada de sentimentos e emoções, capaz de despertar tantas reflexões em nós.

“A verdade é que o ser humano sempre tem todos os motivos para se estressar e, ao mesmo tempo, nenhum”

Nesta obra, podemos ver personagens crescendo e amadurecendo. Aprendendo a lidar consigo, mas também com o outro.

“Eu me lembro como era ser adolescente. Acho que ninguém esquece, mesmo que nunca queira lembrar”

Com uma protagonista que é professora de artes, a história não deixa de valorizar expressões culturais e, claro, a educação.

“A arte pede para ser vista, faz parte do ciclo da coisa, entende?”

Se esses poucos trechos já te deram uma pontinha de curiosidade sobre a obra, não deixe de ler a minha resenha e, claro, de acompanhar de perto os trabalhos da Grazi, seguindo suas redes sociais (Instagram | Linktree).