Cidade das Mandalas — Nayara Van Dike

Título: Cidade das Mandalas 
Autora: Nayara Van Dike 
Editora: Publicação independente 
Páginas: 204 
ano: 2022

Paris, a cidade luz, geralmente associada a histórias românticas, ganha novas características em Cidade das Mandalas, da autora Nayara Van Dike.

“Por que ir para Paris significa abandonar?”

Nesta história não é (somente) o amor que está no ar, mas também a poluição em níveis exorbitantes, o que confere à narrativa um quê apocalíptico.

“As pessoas estavam em suas casas, respirando seus ares menos poluídos, debatendo-se contra os seus demônios”

Aliás, é difícil não traçar paralelos entre o que acontece ao longo das páginas deste livro e o que vivemos em 2020 e 2021, ainda que os motivos que levem à quarentena forçada (e indesejada) sejam diferentes (mas não por completo). 

Kundalini, a jovem de nome diferente, perde seu emprego justamente quando a situação em Paris começa a tornar-se insustentável e a cidade precisa ser esvaziada.

Mas é também nesse momento que ela reencontra seu amigo de infância, com quem inicia um relacionamento, principalmente por toda a ligação deste com seu falecido pai, cuja morte Kundalini ainda tem muito a digerir dentro de si.

Perdida em pensamentos e sentimentos, porém, Kundalini encontra outra pessoa que irá transformar sua vida: Michel.

“Tinha bons amigos, mas nenhum deles me ajudou, apenas Michel”

Assim, entre tentar entender os sinais de que ela precisa superar seu passado, do que ela deseja para um relacionamento, de quem é ela, Kundalini se perde e se encontra pelas ruas de Paris, tanto as que ela já conhece quanto pelas que ela ainda vai conhecer.

A narrativa mistura realidade e fantasia de maneira muito natural e nos faz mergulhar num universo entre o palpável e o onirico, nos ensinando um pouco sobre outras culturas e, principalmente, sobre como o exterior é um reflexo do nosso interior. 

São muitas metáforas que nos fazem pensar e buscar dentro de nós respostas que não sabíamos que estávamos precisando.

Um livro para ser lido com calma, porque ele tem uma força difícil de explicar. É uma daquelas obras que, cedo ou tarde, cairá nas suas mãos no momento certo. Ou então que você pode fazer chegar a quem mais precisa.

A obra está disponível na Amazon (clique abaixo) e indico fortemente que você conheça mais do trabalho da autora, não apenas através de suas histórias, mas também visitando o seu site recheado de materiais úteis para autores e interessantes para leitores.

4 comentários em “Cidade das Mandalas — Nayara Van Dike

Se gostou, comente aqui (;

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s