Essa fase não vai passar — Raquel M. Linhares

Título: Essa fase não vai passar 
Autora: Raquel M. Linhares 
Editora: New Naipe 
Páginas: 143 
Ano: 2022

Essa fase não vai passar pode até não ser uma leitura muito longa, mas, definitivamente, também não é uma leitura fácil. Ela escancara demais o quanto nossos sentimentos turvam nossa visão para aquilo que está bem embaixo do nosso nariz.

“Não adiantou ela se doar, ela se anular, ela fazer vista grossa para tanta coisa errada que via e ouvia”

Amália é uma protagonista tão dolorosamente real que, por vezes, temos vontade de bater nela. E também em nós mesmas. Só assim para acordamos de certas situações.

“Amália se tornará sua amiga. E, no fim das contas, a Amália é a sua amiga. Ou a sua irmã. Ou a sua mãe. Ou até mesmo você”

O livro já começa com um prefácio daqueles que aguça nossa curiosidade e que, ao mesmo tempo, nos deixa com medo do que vem pela frente. Afinal, Essa fase não vai passar pode ser uma história com muitos gatilhos (então já fica aqui um alerta).

“Saber reconhecer a imperfeição do outro não a fazia fraca, mas compreensiva, o que são coisas totalmente distintas”

Aliás, desde o início da história, por mais que Amália esteja muito feliz, já sentimos que as coisas têm tudo para desandar. Dá para sentir de longe o cheiro da “fria” na qual a protagonista está se metendo.

“Os sentimentos de incompreensão e de humilhação cresciam dentro dela, que não aguentou esperar até o momento em que ele estivesse sóbrio para confrontá-lo”

O abismo que há entre Amália e João Pedro é tão gritante que por diversas vezes me questionei o quanto realmente não deixamos de perceber o óbvio quando estamos apaixonados. 

“Amália ficou intrigada com o comentário, sem saber se era uma crítica ou um elogio”

Sim, João Pedro vive fazendo comentários ambíguos, difíceis de saber se são elogios e o que há por trás deles. Um discurso que, por si só, já seria de deixar qualquer um com o pé atrás. Mas, para piorar a situação, ele ainda abusa da bebida e a usa como justificativa para seus erros, sem nunca mudar.

“A vida na cidade grande era, sim, transformadora, mas Amália não tinha certeza de que as transformações eram sempre positivas”

A narrativa angustia e, ao mesmo tempo, acredito que muitos leitores poderão achá-la um pouco lenta. Contudo, ela é necessária, fazendo-nos refletir e, quem sabe, até nos tirando de uma situação como a de Amália.

“Amália não sabia quando as coisas melhorariam, mas torcia para que fosse logo”

Se você sente que terá estômago para encarar essa protagonista que se encontra presa em um relacionamento abusivo, ou então se você acredita que conhece alguém nessa situação, mas não a compreende muito bem, recomendo a leitura de Essa fase não vai passar. E não esqueça de seguir a autora em suas redes sociais (Instagram, Twitter, Skoob). A obra também está disponível em versão física.

Se gostou, comente aqui (;

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s