Papo sério: conversando sobre autores nacionais

Espaço reservado para texto (3)

No dia 11 de fevereiro eu participei do evento Folia Literária, que ocorreu na Biblioteca Pública Viriato Corrêa, em São Paulo (aliás, é um dos meus objetivos esse ano: participar de mais eventos literários. Mas esse não é o foco deste post).

No dia do evento eu já acordei com uma grande pulga atrás da orelha: porque nós não valorizamos muito aquilo que é nacional? Afinal, eu conheço coisas nacionais que são tão incríveis quanto as estrangeiras…

Quando eu cheguei no Folia Literária a minha pulga atrás da orelha foi crescendo cada vez mais. Naquele espaço eu fui recebida com muitos abraços, autógrafos e boas conversas. Tudo isso vindo de escritores! De pessoas que gastam horas em frente ao computador, transformando uma simples tela em branco em uma história fascinante. Mas, mais do que isso, de pessoas extremamente acessíveis que estavam dispostas a compartilhar o que sabiam com todos que estivessem dispostos a escutá-los.

Acho que todo mundo que gosta de ler viu, no ano passado, como o nosso mercado editorial não anda lá essas coisas. E quem sofre com isso? Bem, todos que trabalham nesse ramo e, principalmente eles, os escritores! Aqueles serzinhos maravilhosos que estavam ali naquele evento (e em tantos outros) tentando cativar novos leitores (e olha, eles conseguiram, viu!), tentando incentivar a leitura.

Felizmente, me parece que esses tais autores nacionais têm conseguido conquistar os leitores e eu acredito que eles podem ser uma ótima porta de entrada para que possamos ler inclusive autores brasileiros clássicos. E é justamento disso que estou falando aqui, da necessidade de valorizarmos o que é nosso, seja os autores de hoje, seja os de ontem. Mas autores que escreveram sobre nossos costumes, nossa sociedade, tanto de maneira ficcional quanto realista.

Eu saí do Folia Literária com o coração quentinho e dois livros autografados! E depois disso também estive em outros espaços que reuniram tantos outros escritores e leitores e a sensação é sempre a mesma. E é incrível.

Meu blog ainda é pequeno, mas a ambição é grande: incentivar a leitura. Espalhar esse amor pelos livros por esse Basil afora. E eu sei que não estou sozinha nessa. Para além de tantos leitores especiais que acompanham esse cantinho, esse semestre eu ainda tive a oportunidade de, mesmo sendo pequena por aqui, conseguir parceria com quatro escritores nacionais que me apresentaram histórias incríveis. Por isso, aproveito esse post para deixar registrado o meu enorme obrigada ao M. Pattal — que além de me presentear com Adelphos, ainda me deu ótimas dicas para as resenhas — à Cínthia Sampaio — que lançou Quando a neve cair com muito amor e também espalhou esse sentimento para todos os seus leitores, sendo uma autora extremamente aberta e que conversa de verdade com seus leitores; para a Michelle Pereira, que está me deixando maravilhada com suas histórias — O demônio do campanário me prendeu até a última página — e que também me recebeu de braços abertos e com muito carinho; ao Dalton Menezes, que ainda irei apresentar melhor a vocês, mas que já me cativou só pelo jeito de se fazer presente. Também queria deixar um super obrigado à Ingrid, do Encanto Literários, que tem me propiciado uma experiência de leitura única, com muitas trocas e quentinhos no coração.

E, se para além desse autores, vocês tiverem interesse em conhecer outros escritores nacionais, comenta aqui, vamos trocar ideias, vamos divulgar a literatura brasileira. Nesse blog mesmo, já tenho resenhas de muitos outros livros brasileiros, contemporâneos e clássicos.

E vocês, quais livros nacionais vocês já leram? O que acharam?

 

 

 

12 comentários em “Papo sério: conversando sobre autores nacionais

  1. Oi!
    Eu estou com a meta de ler mais nacionais este ano, e desde o ano passado que eu também venho pensando isso, de que valorizamos muito pouco nossa produção literária nacional. Com intuito de mudar isso, ainda que vagarosamente, eu me propus a meta e creio estar sendo uma experiência muito positiva! Ano passado tive a oportunidade de ler Krystallo, do escritor Raphael Fraemam, que achei uma excelente obra de ficção e fantasia, também li Meu Medo de Amar, da Thais Silveira, que foi um romance bem gostosinho de ler e bem leve, e esse ano estou lendo Cerberus, do Jefferson Lessa, que também é uma fantasia com direito a ficção científica e um pezinho no terror e ocultismo, e estou adorando. Todos esses foram em parceria também com os autores, mas já coloquei alguns livros na minha meta de nacionais pra ler ainda este ano: Martha Batalha, Maria Angélica Constantino, Jefferson Passos e Pedro Salomão foram os que selecionei até o momento.
    Outra amiga minha e parceira de blog/IG é a Gio do Atraídos pela Leitura, que está com um projeto similar, chamado “Atraídos por Nacionais”, creio que ela também tenha boas indicações pra dar! ;)
    Parabéns pelo post! Precisamos incentivar mesmo a leitura de nacionais!

    Curtido por 2 pessoas

  2. Oies Tati! Uau, que post maravilhoso! Eu mesma tinha muito preconceito com a literatura nacional, principalmente com autores contemporâneos, e a partir do momento que comecei a frequentar eventos desse tipo, comecei a me abrir para esses autores e suas histórias. Às vezes, temos a impressão que só o que de é fora é bom e merece ser lido, mas como vc bem disse, tem muitos autores fazendo um trabalho maravilhoso e nesse tempo de crise, nada mais do que valorizá-los. <3 <3

    Curtido por 1 pessoa

  3. Só vi esse post agora no resumo de abril. É quando eu vi que estava falando de Literatura nacional, vim logo conferir. Eu também acredito que devemos dar mais espaço para os livros nacionais, principalmente nós que temos blog, mesmo sendo pequeno. Pois se conseguirmos que uma ou duas pessoas se interessem por eles, já estaremos contribuindo para melhorar o cenário da nossa literatura. Obrigada por acompanhar o que eu posto, agradeço tb a Isa por ter citado o meu projeto de leitura. 😊😊

    Curtido por 1 pessoa

Se gostou, comente aqui (;

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s