Resumão ~ Agosto de 2020

Eis que mais um mês chega ao fim. Passando rápido, passando lento. Fazendo calor, fazendo um frio do cão. Sigo em casa, mas agora com a sensação de que só eu tenho seguido em casa. Vez ou outra alguém me lembra que não, mas é raro.

Porém, seguimos trazendo conteúdos novos a cada semana aqui no Blog. Neste cantinho, me sinto ainda mais em casa, mas de uma maneira boa.

O primeiro post de agosto foi o nono diário de leitura de As mil e uma noites. O décimo diário de leitura marcou o final do primeiro volume da edição que tenho desta obra. E este mês trouxe, ainda, o décimo primeiro diário de leitura.

Agosto também foi o momento de trazer alguns assunto que há tempos eu queria ver por aqui: como ler mais gastando menos?, a temida defesa do mestrado, o que você gosta nos livros que você curte? e o mito do professor nativo.

As resenhas que apareceram por aqui foram:

E eu também trouxe algumas citações que ficaram de fora da resenha do livro “Eu quero mais” (Tayana Alvez).

Além de alguns dos livros resenhados, em agosto eu também consegui ler “As pequenas virtudes” (Natalia Ginzburg) e “Serial Killer: a verdadeira face do mal” (antologia organizada por Larissa Oliveira).

E me conte, como foi o seu mês de agosto?

Resumão — Junho de 2020

Eita mês difícil, sô! Por aqui, ao invés de pular fogueira nesse estranho mês de junho, quase pulei algumas postagens, mas respirei fundo, sentei e escrevi. Sigo em isolamento social, mas aproveitei o atípico calor junino que fez durante boa parte dos dias.

As resenhas do mês foram:

Mas, além das resenhas, esse mês dei início a uma nova seção literária por aqui: o diário de leitura. E após o post introdutivo, escrevi contar histórias salva vidas?, a curiosidade matou o gato? e quantas coisas podemos aprender?. Pois é, percebam que esse livro está me deixando em parafuso!

Para não perder o costume, também fiz um post sobre dados da pesquisa (para a seção em que eu explico um pouco como funciona um mestrado), trouxe citações de A casa de vidro, publiquei uma tradução — infelizmente, sobre a morte do escritor Carlos Ruiz Zafón — e falei um pouquinho sobre a música Notícias do Brasil (Milton Nascimento).

Minhas leituras foram basicamente os livros que resenhei ao longo do mês, além, claro de “As mil e uma noites” (leitura ainda em curso). E, no momento, estou lendo também “O alquimista prodígio”, do autor nacional Leblon Carter.

Resumão — Abril de 2020

Resumão — abril de 2020

Mais um mês em casa chegando ao fim… Mas, não sei, abril foi um mês interessante, apesar de tudo. Não li muito (mas li um livro ótimo), mas gostei de alguns conteúdos que trouxe para cá e, principalmente, da interação de vocês nesses conteúdos. Muito obrigada, pessoal!

As resenhas que trouxe para cá foram:

Além disso, como de costume, falei sobre o Mestrado (mais especificamente sobre o PAE) e na parte de músicas trouxe Apesar de você. Também recomendei o Forest, um aplicativo que me ajuda a manter o foco. Mas o diferente em Abril foi ter trazido mais conteúdo relacionado à literatura ou ao ato de ler no geral, além de falar um pouco sobre minhas aventuras no mundo literário no papel de autora e organizadora de uma antologia. Os posts desses temas foram:

Minhas (poucas) leituras de abril foram:

  • Os guardiões dos livros (Ana Farias Ferrari) — livro incrível, confiram a resenha!
  • Quando você perde também ganha (T. S. Rodriguez) — conto
  • Quando a noite cai (Alessandra Ribeiro de Abreu)

E ainda estou lendo (quase a mesma quantidade de livros lidos em abril, sos)

  • Cadeados (Nuccia de Cicco)
  • A princesa salva a si mesma neste livro (Amanda Lovelace)
  • A professora de piano (Janice Y. K. Lee) — pensando em abandonar essa leitura, ao menos por enquanto.
  • Maldito italiano (Bianca Brito) — também não pego nesse desde fevereiro, fiquei com preguiça.

Resumão — Janeiro de 2020

resumão janeiro

O primeiro mês do ano está acabando e é hora de fazer aquele balanço do que rolou por aqui durante esse período, que começou com posts não tão bons, mas que até que foi melhorando. E grande parte disso se deve às boas leituras que fiz ao longo do mês.

Janeiro começou com uma retrospectiva e com uma lista de livros para 2020 e só então chegamos às resenhas, que foram:

Além disso, por aqui também tivemos dica teatral, TAG dos livros encalhados e posts sobre música e fake news, hambúrger, projeto de pesquisa e Skoob.

E minhas leituras concluídas ao longo do mês foram cinco:

  • O despertar da profecia (Ingrid Sousa)
  • Dois garotos se beijando (David Levithan)
  • Um jeito de recomeçar (Filipe Salomão)
  • Livre para voar (Ziaudin Yousafzai)
  • Meu médico envolvente (Juju Figueiredo)

Ainda estou lendo:

  • Cartas a um jovem poeta (Rainer Maria Rilke)

E o mês de janeiro de vocês, como foi?

 

 

 

 

 

Retrospectiva 2019

Retrospectiva 2019

Como eu disse no Resumão de dezembro, sobrevivemos a 2019, agora definitivamente. Mas entre altos e baixo, alegrias e tristezas, não posso deixar de dizer que, por aqui, foi um ano bom. E em relação às leituras também.

Comecei o ano sem grandes pretensões, ainda que eu quisesse que o Blog pudesse sempre crescer mais e mais. E aí, mais para o final do ano, passei a me perguntar algumas coisas, vendo as estatísticas deste cantinho: será que eu conseguiria chegar em 200 seguidores aqui na plataforma, até dezembro? E em visitas, conseguiria atingir 10.000 durante o ano? Para minha surpresa, antes mesmo de dezembro começar, essas duas marcas foram atingidas e superadas (no final das contas, chegamos a mais de 215 seguidores e mais de 11.000 visitas). Que alegria!

Claro, são apenas números. Mas números que demonstram um imenso crescimento do Blog, principalmente em relação ao primeiro ano de vida dele. São números que me incentivam a seguir em frente e a tentar trazer cada vez mais um conteúdo de qualidade.

E, como o foco daqui são os livros, para trazer conteúdos eu preciso… Ler! E ler muito! E nesse quesito, 2019 foi, novamente, um ano de superação: o ano que mais li na vida! Foram 57 livros (publicados) ou, mais exatamente, 15 contos e 42 livros lidos.

Como de costume, não vou estabelecer metas para 2020. Espero, somente, poder continuar as incríveis trocas que o Blog me propicia e também espero poder crescer profissionalmente trabalhando com o que gosto: livros e língua e cultura italiana. E claro, não quero deixar de ir a eventos literários, que foram ótimos em 2019!

Aproveito essa retrospectiva para deixar um enorme obrigada aos paceiros e amigos que este Blog me deu. Em 2019 conheci muitos escritores incríveis e blogueiros maravilhosos e espero que 2020 continue assim!

 

Resumão — Outubro de 2019

RESUMÃO DE OUTUBRO

Outubro passou rápido e, para a pessoinha aqui, foi melhor que setembro. Aqui no Blog também teve muita coisa interessante e muitas novidades. Bora conferir?

As resenhas do mês foram:

Também falei para vocês sobre o Livros em Pauta e sobre o Clube de Leitura da Percursos Idiomas, além de trazer dicas literárias e culturais e também Citações.

E as novidades, quais foram? Inaugurei duas novas seções no Blog: Hamburguerias e Pós-Graduação. E mais: me tornei parceira de duas Editoras (como vocês podem conferir na lateral do Blog, ou no final da página, caso estejam visualizando pelo celular): a Andross e a Cervus!

Além disso tudo aí, ao longo do mês eu li:

  • A ascensão da Dama da Noite (Luciano Maia);
  • Faca na língua (Eunice Mendes);
  • Melanie (Maxwell dos Santos)
  • Grenade (Triz Santos)

E ainda estou lendo:

  • Meu envolvente Juiz (Juju Figueiredo)
  • Extraordinárias (Duda Porto de Souza e Aryane Cararo)

E como foi o mês de vocês?? Gostaram das novidades por aqui?

Resumão — Agosto 2019

Resumão Agosto 2019

Agosto mês do desgosto? Não sei, não viu! Para mim, foi um mês de boas leituras e muito conteúdo por aqui (voltando aos poucos à rotina de publicações e conteúdos deste cantinho). Vamos conferir o que rolou?

Resenhas:

Além disso, ainda rolou por aqui o Tatianices Recomenda [18], com livros para os desafios de Agosto e também os posts de divulgação dos minicontos da autora Michelle Pereira: Arvoredo | Chifres | Banho | Protetora.

Os livros que li este mês foram:

  • #Acredite (Eliane Quintella);
  • A melodia da alma (Maya Brito);
  • Fantásticos (Nuccia de Cicco – organizadora);
  • Simplesmente amor (Juju Figueiredo);
  • Caixa de pássaros (Josh Malerman);
  • Entre girassóis (Juju Figueiredo);
  • Sobre cacos de vidro (Juju Figueiredo).

E ainda estou lendo:

  • Meu envolvente professor (Juju Figueiredo);
  • Os 12 signos de Valentina (Ray Tavares).

Outra novidade por aqui foi que resolvi criar um espaço para os parceiros: removi os banners (eram muitos já!) da lateral do blog e criei uma seção ali no topo da página, onde pude reunir todos os links importantes dos/sobre os parceiros. Não deixem de conferir!

 

 

Resumão de junho

Resumão de Junho

Junho já está chegando ao fim e, ao escrever esse post, me dei conta que eu praticamente  só resenhei contos por aqui durante o mês! Vamos conferir as postagens que rolaram?

Resenhas:

Prometo tentar ser mais eclética no próximo mês, ok?

Mas, para além das resenhas, eu trouxe o Tatianices recomenda [16] (livros para os desafios de junho), o citações #24 (com citações de De repente, nós) e o citações #25 (com citações de O pequeno príncipe), o post Como me formei leitora? (que fez muito sucesso no instagram) e as músicas Arioso da cantata 156 (de Bach) e O tempo não pára (Mariza).

Os livros que li em junho foram:

  • Uma casa no fundo de um lago (Josh Malerman);
  • A magia de Christian Luciano (Gredan Risolein);
  • Elo entre mundos (B. A. Polinari).

E ainda estou lendo:

  • Bell Tashi – O novo mundo (Giovani Gugiel);
  • E as estrelas, quantas são? (Giulia Carcasi).

Tatianices recomenda [15]

Tatianices recomenda [15]

Vocês não acharam que eu havia me esquecido de trazer dicas para os desafios do mês, não é mesmo? Vamos conferir? E lembre-se: se quiser saber mais sobre algum dos livros, basta clicar na imagem.

A Geração Editorial caprichou esse mês: um livro de poesia escrito por uma pessoa de uma país diferente! Confesso que não tenho o hábito de ler poesia, ainda mais de escritores estrangeiros. Se bem que… Dante Alighieri vale, né? Então indico A divina comédia.

O Skoob foi um pouco mais bonzinho e nos desafiou com um livro de thriller, ainda assim, o único livro que li e que sei que se encaixa nessa categoria é A garota no trem. Mas logo logo lerei A caixa de pássaros também.

     

E, para concluir, a Livraria Cultura pediu um grande clássico da literatura. Bom, são muitos, né? Já li Ilíada Odisseia, Amor de Perdição, Orgulho e preconceito e tantos outros…

                   

Resumão de Abril

Resumão de abril

Abril passou voando e vocês nem perceberam? Então venha conferir o que rolou por aqui durante esse período!

Logo no primeiro dia do mês eu trouxe a resenha de Meu menino vadio (Luiz Fernando Vianna). Depois, no dia 03/04, trouxe algumas citações de Quando a neve cair (Cinthia Sampaio) e no dia 05/04 contei a vocês uma história, em Um reconhecimento ao trabalho sério. A resenha do dia 08/04 foi do livro O apocalipse dos trabalhadores (valter hugo mãe) e depois, no dia 10/04, trouxe as recomendações de livros para os desafios de abril. Para fechar a semana, dia 12/04 publiquei o Papo sério: conversando sobre autores nacionais. Na semana da páscoa eu publiquei a resenha de A matemática das relações humanas (Aimee Oliveira, Clara Savelli, Bruna Ceotto e Bruna Fontes) e trouxe dicas de livros sobre o autismo, já que estávamos no abril azul. Dia 22/04 foi a vez da resenha de O colóquio dos cachorros (Miguel de Cervantes) e dia 24/04 trouxe citações de O demônio no campanário (Michelle Pereira). Para concluir a semana (e o mês), dia 26/04 mostrei para vocês a entrevista que fiz com o M. Pattal.

Abril não foi um mês de muitas leituras (a maioria das leituras abaixo foram curtinhas), mas foi um mês de muita betagem de livro, uma experiência que estou adorando. Os livros que posso contar como lidos foram:

  • O retorno do jovem príncipe (A. G. Roemmers);
  • O pequeno príncipe (Antoine de Saint-Exupéry);
  • De repente, nós (Tici Pontes);
  • O escritor (Dalton Menezes) — conto;
  • Próxima Parada (várias autoras — Duplo Sentido Editorial);
  • Chuva de Estrelas (Michelle Pereira) — conto;
  • Alegórico ser (Dalton Menezes) — conto;
  • Incógnitas (Dalton Menezes) — livro de aforismos.

E eu ainda estou lendo:

  • Antologia do Humor russo – Arlete Cavaliere (org) [always and forever]